Notícias

Audiência na Justiça discute a liberdade de expressão






O ex-deputado baiano e professor da Ufba, Emiliano José, compareceu ontem, a 17ª Vara Civil para participar de audiência do processo movido contra ele pelo bispo da Igreja Batista Caminho das Árvores e ex-militar, Átila Brandão, no Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré. Apesar da ausência do acusador e de seu advogado foram lidos os depoimentos de testemunhas de defesa serão lidas. A presidente do Sinjorba, Marjorie Moura, foi indicada como testemunha de defesa do também jornalista Oldack Miranda, também processado por ter republicado o texto "A premonição de Yaiá", motivo do processo.
 
Emiliano é processado por Brandão após escrever um artigo em A Tarde e Carta Capital em que relata um episódio relatado a ele por Maria Helena (Yaiá), em que ela fala do período da ditadura e conta como encontrou o filho dela (Renato Afonso) sendo torturado pelo ex-militar.
 
Segundo Emiliano, o hoje evangélico “não se conformou” com o artigo. “Eu fiz apenas o meu trabalho jornalístico. Queria relatar a história de um homem que foi torturado por um outro homem que hoje se diz bispo”, conta. Ainda de acordo com o ex-deputado, Átila pretende prendê-lo. “É até irônico. Eu fui torturado pela ditatura e agora sou acusado por um agente do regime. Ele quer tirar minha liberdade de expressão”, acusa.
 
O processo serve também para discutir a liberdade de imprensa. O bispo também processou criminalmente Emiliano José e perdeu a ação na Justiça.
 



Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Estado da Bahia
End.: Rua Gregório de Matos (antiga Maciel de Baixo), Nº 25 - Bahia. CEP: 40.026.240
Tel.: 71 3321-1914 | Email: sinjorba@sinjorba.org.br
© Copyright 2005-2012. Todos os Direitos Reservados