Notícias

Jornalista Emiliano José lança novo livro sobre tortura e ditadura



Golpe.Tortura.Verdade. Novo livro de Emiliano José

Golpe.Tortura.Verdade. Novo livro de Emiliano José



Nesta quinta-feira, dia 11 de julho, às 18 horas, na Livraria Cultura do Shopping Salvador,o escritor e jornalista Emiliano José lança seu novo livro “Golpe. Tortura. Verdade” (Caros Amigos Editora). A obra tem prefácio do pesquisador de comunicação Venício de Lima, da Universidade Nacional de Brasília (UNB) e posfácio assinado por Paulo Vannuchi, integrante da Comissão de Direitos Humanos da OEA. O evento será prestigiado pelo Sindicato dos Jornalistas da Bahia (Sinjorba) que está organizando a Comissão da Verdade dos Jornalistas da Bahia.

O autor resgata fatos nacionais, como o depoimento do ex-ministro Waldir Pires nos primeiros dias do golpe militar. Também retoma depoimentos de Carlos Marighella Filho e Marco Antônio da Rocha Medeiros, presos na Operação Radar que matou duas dezenas de dirigentes do Partido Comunista Brasileiro (PCB) em todo o país, sob comando direto do oficial Carlos Alberto Brilhante Ustra, acusado de ter matado na tortura pelo menos 50 militantes políticos.

É o décimo livro do autor, quarto volume da série “Galeria F – Lembranças do mar cinzento”. Neste, o jornalista resgata o trágico assassinato de Gildo Macedo Lacerda, cujo corpo até hoje não foi encontrado, como tantos outros. Relata como ocorreu a emboscada que matou o líder revolucionário Carlos Marighella e narra o calvário de Mário Alves, dirigente do PCBR, morto empalado na tortura, como na Idade Média.

Ele passa pela guerrilha do Araguaia, pelo assassinato do capitão Lamarca e as homenagens prestadas a ele, mais de 40 anos depois, na Bahia. O livro relembra as ações dos religiosos que se rebelaram contra a ditadura, como dom Helder, dom Timóteo e padre Cláudio Perani. Dedica um capítulo à coragem da advogada Ronilda Noblat, defensora dos presos políticos, recupera a história do combativo Apolônio de Carvalho e de Euclides Neto, ex-prefeito cassado pelo golpe em Ipiau, mais tarde secretário da Reforma Agrária no governo Waldir Pires.

Na Nota do Autor, Emiliano José anuncia que a presidenta Dilma Rousseff comparece na obra, com sua coragem diante dos torturadores e sua altivez face a face com seus interrogadores no tribunal militar.



Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Estado da Bahia
End.: Rua Gregório de Matos (antiga Maciel de Baixo), Nº 25 - Bahia. CEP: 40.026.240
Tel.: 71 3321-1914 | Email: sinjorba@sinjorba.org.br
© Copyright 2005-2012. Todos os Direitos Reservados