Sinjorba repudia ameaças à jornalista durante exercício profissional

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado da Bahia (Sinjorba) manifesta sua solidariedade ao colega Ney Silva, do site e programa de rádio Acorda Cidade, que nesta terça-feira, 22 de setembro, enquanto estava exercendo sua atividade profissional, foi ameaçado e intimidado por três pessoas em frente à Prefeitura de Feira de Santana.

Professores e camelôs realizavam um protesto em frente à sede do executivo feirense e Ney Silva, repórter com 30 anos de experiência, cobria o evento, fotografando e registrando imagens de vídeo. De repente três pessoas, que não se sabe se eram todos ou não participantes da atividade, se aproximaram e, com agressões verbais, segundo nos relatou o colega, exigiram que ele parasse de fazer os registros.

A atitude das três pessoas, conforme está registrado em um vídeo feito por um anônimo, é de clara intimidação. Inclusive, estavam todos com a máscara cobrindo apenas o queixo, portanto em claro desrespeito às orientações das autoridades sanitárias, colocando em risco a saúde do colega, que ficou exposto às gotículas de saliva advindas dos agressores durante o período em que ficaram próximos, aos gritos. 

O Sinjorba lamenta que o trabalho da imprensa tenha sido mais uma vez desrespeitado e atacado. Estas atitudes têm sido recorrentes e, lamentavelmente, vêm sendo incentivadas e também perpetradas por importantes autoridades do país, que deveriam zelar pelo respeito à liberdade de imprensa e à Constituição Federal mas, ao contrário, ameaçam e pregam agressões a jornalistas e radialistas no exercício da profissão.

Moacy Neves – Presidente do Sinjorba

Marly Caldas – Diretora Regional Nordeste do Sinjorba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *