Home Obituário Jornalismo baiano sofre duas perdas no interior

Jornalismo baiano sofre duas perdas no interior

por Sinjorba

As comunidades de Barreiras e de Feira de Santana estão mais tristes, esta semana, com a morte de dois profissionais de destaque no jornalismo baiano: o radialista Everaldo Jorge Soares de Jesus, e o colunista social Eroncildes Paulo Daltro Barreto, ambos no dia 15 de março.

Everaldo, que era diretor da Rádio Vale do Rio Grande, em Barreiras, faleceu aos 72 anos, vítima de uma parada cardíaca. Eroncildes Daltro, mais conhecido como Cid Daltro, que tinha 77 anos, faleceu no Hospital São Matheus, em Feira de Santana, vítima de câncer.

Everaldo, natural de Salvador, iniciou sua carreira na rádio Excelsior, na capital. Atuava na Rádio Vale há 21 anos, com uma passagem anterior pela Rádio Barreiras. Sua paixão pelo futebol era o motor de um quadro que mantinha na rádio, além de participar em dois programas de esportes na emissora, até a semana passada. Sempre fiel na torcida pelo Flamengo.

Cid foi colunista por mais de 30 anos. Trabalhou no extinto Jornal Feira Hoje e no Jornal Folha do Estado. Em 2016, foi tema do livro “Cid Daltro: 50 Anos de Glamour”, de José Francisco Brandão, que destaca a importância do colunista pelo “convívio com as notícias que dá”.

Ambos são lembrados com carinho pelos colegas, não apenas pelo convívio afável, mas também pela dedicação e seriedade no trabalho. Everaldo Jorge deixa enlutada a esposa, os quatro filhos e netos.

Partilhando o pesar pela perda dos colegas, a diretoria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia (Sinjorba) solidariza-se com familiares, amigos e profissionais de comunicação das duas cidades, em luto com as perdas.

Publicações Relacionadas

Deixe um comentário